sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Redondo e afins


Estava hoje conversando com uma colega ecana sobre o tradicional jogo entre calouros e veteranos que haverá na semana que vem, na ECA quando surgiu na conversa uma comunidade do orkut chamada Penúltimo a ser escolhido. A descrição da comunidade é absolutamente genial:
Aula de educação física: hora de estabelecer definitivamente quem é quem na complicada estrutura social da sexta série. Você, um cara legal, gente boa, não pega mulher e coisa e tal. Os quatro capitães, com certezas dignas de um Luxemburgo da vida escolhem seus preferidos no futiba num espetáculo cuja previsibilidade sempre te assustou. O tempo vai passando, você se vê junto de um monte de nerds de tênis de basquete cano alto, vê sua situação se complicando cada vez mais. Finalmente, num instante de pura magia, o capitão te olha desconfiado dos pés à cabeça e te chama. Com a impáfia que apenas os fracos tem a coragem de demonstrar, você vai para junto de seu escrete olhando com ar de superioridade os pernas de pau que até um segundo antes compartilhavam da sua agonia. Você é o penúltimo a ser escolhido no seu time. Tendo passado por esta barra, você calmamente compõe a zaga durante os próximos 45 minutos, e ainda tem moral pra esculachar o babaca que ficou por último. A vida é doce.
Mesmo sem nunca ter sido craque de bola, sempre foi um dos primeiros a serem escolhidos na pelada. Mas o texto é muito bom! haha

E finalmente eu vou voltar a jogar bola! Já tinha virado quase um ex-jogador, mas agora a ECA vai resgatar a minha veia futebolística. Quando eu jogava, meu ídolo era o Fernando Redondo, volante argentino que jogou no Real Madrid e no Milan. Hoje, estou parecendo com ele mais pelo nome do que pelo futebol, mas enfim! hehe

De volta às quadras!

Um comentário:

  1. Descrição genial mesmo. Principalmente a parte da complicada estrutura social da sexta série. Tem uma comunidade no orkut chamada "Neo Pobres" que também tem uma descrição fantástica:

    Temos educação e bom gosto, não obstante somos uns fudidos. Nossos inimigos são a concentração de renda, o achatamento da classe média, o endurecimento do mercado de trabalho e as zicas em geral.

    Neo-Pobres: A classe média empobrecida, aqueles que sempre desfrutaram uma vida confortável mas na última década viram suas reservas desaparecerem, seu padrão de vida cair, e seus hobbies virarem "luxo".

    Ps: Se você se considera um neo-pobre "de nascença", então você NÃO é um neo-pobre, você é apenas pobre.


    O PS é sensacional.

    ResponderExcluir