domingo, 25 de janeiro de 2009

Os vícios das férias

Período de férias é ótimo para descansar. Sou dos que gostam de ficar em casa e aproveitar o tempo livre.

Tempo livre: taí algo realmente valioso na vida. Nos últimos quatro anos, esse foi algo raro para mim. Especialmente nos primeiros três, quando tive que enfrentar TCC em 2005 e cursinho pré-vestibular em 2006 e 2007 - tudo pelo sonho de chegar ao curso de jornalismo da USP.

Como nessas férias não estou trabalhando, pude fazer aquilo que há de melhor. Pude estar com a minha família, rever primos, avó, tios, passar um tempo com eles. Mesmo com todos eles morando em São Paulo, é muito difícil conseguir vê-los com frequência.

Fiquei em casa também, e aproveitei para criar alguns vícios. O primeiro é não acordar antes das 10h. Depois que fiquei sabendo que dormir pouco é realmente um problema para a saúde, parei de fazer como na época de cursinho - quando dormia 4h por noite.

Outro vício que criei foram as séries da TV por assinatura. Mas preciso fazer um parênteses sobre a TV a cabo antes.

Pedi para cancelar, para economizar, mas eles insistem em não virem cancelar. No fim, acabaram desistindo, não sei por que, e me ofereceram dois meses sem pagar "por eu ser cliente há muito tempo". Isso é verdade. Menos mal, não vou pagar, como preciso,

Voltando às séries. Estou viciado em Universal Channel. Parecia um canal tão pouco útil, mas de repente descobri que ele tem séries ótimas. O primeiro vício eu "herdei" da minha mãe: Law & Order: Special Victims Unit (procure em séries, não há link direto). Eles são investigadores de casos especiais: os crimes sexuais. Os casos são instigantes e os episódiso são sempre interessantes.

Law & Order: SVU originou-se de outra série muito interessante: Law & Order. A franquia princiapal trata de promotores que enfrentam casos difíceis para tentar fazer justiça. Com uma equipe de investigadores e dois advogados competentes liderados pelo promotor Mc Coy, a série mostra que muitas vezes a justiça precisa driblar a lei para ser feita.

Outra série que fiquei completamente viciado foi House. Primeiro, porque me identifiquei com o protagonista - chato, que pega no pé, fala o que quer (e que muitas vezes não é apropriado). Tanto que já disse que quero uma bengala daquela. Já que o serviço público de saúde não resolve meu problema no joelho, é capaz que eu fiquei como House: com um problema permanente (mas isso é outro assunto...).

Sempre tive vontade de acompanhar séries, mas ou não tinha TV a cabo, ou não tinha tempo. Agora, juntando os dois, percebi como é bom. Pena que as férias irão acabar e vai ficar mais difícil acompanhar cada uma delas...

2 comentários:

  1. Caraca! Eu achava que eu era o único louco que via Law & Order - tanto o normal quanto o SVU, com leve preferência pro segundo (será o charme da Det. Benson? rs). Sempre que possivel, bato cartão no Universal segunda e terça as 23h, que é quando passam os inéditos..

    abs!

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho TV a cabo em São Paulo! Férias em casa pra mim são como o paraíso nesse sentido! Adoro essas duas séries... Foda é não saber o que acontece depois que eu vou embora.. hehe

    ResponderExcluir