terça-feira, 8 de abril de 2008

De volta à vida de atleta

Pouco mais de um mês atrás, falei aqui no blog sobre uma possível volta à minha vida de atleta. Bom, depois de alguns problemas, idas e vindas, eis que eu consegui voltar. No último sábado joguei o Bichusp (campeonato interno da universidade entre os calouros das faculdades).

Bom, como eu já tinha falado, a minha grande inspiração no futebol, principalmente porque o vi jogando no Brasil, no estádio, foi Fernando Redondo. O argentino desfilava uma classe que não vi em nenhum outro volante (infelizmente, não vi gente como Falcão jogar). Provavelmente é por causa dos poucos jogos que o vi com a camisa argentina que sempre gostei de jogar com o número cinco às costas - o mesmo que ele usava quando defendia o seu país.

Mas depois de quase sete anos sem jogar futebol de campo e praticamente quatro anos sem praticar exercícios físicos, a única coisa que eu lembrava o Redondo em campo foi mesmo a forma que o nome sugere. Em termos de futebol, eu estava mais para Carlos Alberto (esse, que está no São Paulo): joguei como meia, marquei muito pouco, corri pouco (por falta de preparo físico, diga-se), fiz alguns bons passes, mas nada muito agudo e apareci pouco no jogo.

Para finalizar, o jogo foi em um sábado de manhã e ainda perdemos por 4 a 1. Mas sabe que ainda assim foi divertido? Jogar futebol é sempre um prazer. Ainda mais sabendo que o nosso time não estava treinado (nos conhecemos antes do jogo) e sem preparo físico algum - fiquei torcendo para o jogo acabar porque minhas pernas não respondiam mais.

Bom, ao menos a vida de atleta tem tudo para voltar agora. Vamos ver como será no futsal amanhã.

2 comentários:

  1. O mais importante você já fez, dar o primeiro passo, ou melhor, dar o primeiro chute. Parabéns.
    "Corpos sadios, mente mais sadia ainda..."

    ResponderExcluir
  2. Vc também abandonando o sedentarismo? Mais um essa semana que volta pro mundo saudável dos exercícios...

    ResponderExcluir