domingo, 24 de fevereiro de 2008

Uma semana para a vida


Uia, bá, meu, mermão, guria, piá... Uma mistura de estilos, jeitos, culturas, lugares, mas todos com um objetivo: serem jornalistas da Folha. A mistura de sotaques foi uma marca da semana.

Cada dia uma forma de se conhecer. Uma pessoa diferente, um sotaque diferente, uma história diferente para contar. Cariocas, mineiros, gaúchos, catarinenses, brasilienses, paranaenses, cearenses e paulistas, claro. As descobertas não paravam, ao passo que tudo acontecia.

A semana foi passando, os dias começavam e terminavam e guadávamos, pouco a pouco, um pedaço de cada um dos que conversávamos. Quase todos jornalistas de formação, todos tinham experiências de vida, de trabalho para contar.

Chegamos à sexta sabendo que, talvez, ficaríamos muito tempo sem nos ver novamente. Talvez nem nos víssemos mais. Aí entra a Internet, que nos uniuu antes do encontro e será fundamental para mantermos contato. Essa mesma Internet, de onde eu tiro a maior parte do meu sustento. E onde eu quero levar o jornalismo.

O que aprendemos em cada palestra, cada exercício, cada interação, cada conversa, isso tudo é impagável. Guardamos nossas anotações não só em bloquinhos de papel com a marca da Folha de S. Paulo, mas também na nossa história, na nossa vida. E que fiquem algumas das pessoas que conhecemos, para lembrar.

Um comentário:

  1. This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

    ResponderExcluir