quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

O dia de aniversário

Há dez anos atrás, eu não conseguia me ver com 24 anos. Era tão distante, parecia que com 24 anos minha vida estaria resolvida. Ledo engano, é claro.

Fiz muitas escolhas, desfiz um monte delas mais tarde, escrevi, me arrependi, tentei reescrever. Comecei e terminei carreiras em meses. Abandonei oportunidades porque não me davam prazer, embora pudessem me dar algum prestígio ou dinheiro, quem sabe. E não é (só) porque eu sou idiota. Sou idealista, mas sou, antes de tudo, alguém que busca felicidade no dia-a-dia.

E eis que depois de capinar muito, vou iniciar tudo de novo. Esse ano começou com tudo novo, com muita esperança. Começo outra carreira, sempre levando esperiência anteriores. Aos poucos vou me tornando jornalista oficialmente, embora eu sempre tenha sido de corpo e alma.

Aos 24 anos, minha via não está resolvida. Consigo pagar as contas capegando, e alguns meses não pago todas as contas. Estou sempre correndo atrás, mas a verdade é que eu não ligo para isso.

Vejo que a minha carreira é como uma colha de retalhos, cheia de experiências em áreas diferentes, mas com muito aprendizado. A carreira de jornalista está ainda no começo, mal comecei a escrevê-la. Mas posso olhar para esse dia em que completo 24 anos e pensar: que bom que cheguei até aqui!

2 comentários:

  1. Você será um jornalista de sucesso. Com a garra e a determinação que você tem irá longe!

    ResponderExcluir
  2. parabéns pela chegada até tal profissão e muita paciência, paciência e mais um pouquinho de paciência! Te desejo também sorte!

    ResponderExcluir