quarta-feira, 27 de dezembro de 2006

Justificativa

Ah sim. Apenas para deixar meus leitores (?) que a minha ausência se deve a um bom motivo: estou a me preparar para a prova da Fuvest de segunda fase. Sim, sim, passei para a segunda fase do segundo curso mais concorrido no vestibular mais concorrido do país - o que não vale absolutamente nada se o sucesso não se repetir no início de janeiro, nas provas da segunda fase.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2006

Sorteio da Liga dos Campeões opõe últimos vencedores nas oitavas - 15/12/2006 - UOL Esporte - Futebol





Chelsea (ING) x Porto (POR): o favorito é, disparado, o time inglês. O Porto dificulta o jogo em Portugal, mas não deverá ser páreo para a grande equipe do Chelsea - embora esta não esteja em grande fase.



Bayern Munique (ALE) x Real Madrid (ESP): um dos mais equilibrados confrontos das oitavas-de-final. O Bayern tem a consistência de um time forte fisicamente e com uma defesa sólida. O Real Madrid é instável, não tem um time titular definido claramente, mas tem jogadores que poderiam ser destaques em qualquer outra equipe. Imprevisível.



Liverpool (ING) x Barcelona (ESP):
o confronto será bastante equilibrado, com leve favoritismo para o Barça. O Liverpool tem um jogo rápido e conta com um jogador muito completo em todos os fundamentos, Steven Gerard. O Barcelona tem Ronaldinho, é ofensivo e tem potencial para jogar um futebol mais vistoso. Azar do time inglês, que se classificou em primeiro mas pegou o mais forte segundo colocado.



Lyon (FRA) x Roma (ITA): confronto equilibrado, mas o Lyon é favorito. A equipe da capital italiana vem muito bem no campeonato nacional e conta com uma equipe equilibrada. Já o time de Juninho Pernambucano está liderando com folga o campeonato francês, como, aliás, acontece desde a chegada do meia, 5 anos atrás. O Lyon pode ser hexacampeão francês (seguido!) esse ano, mas ainda busca se firmar no futebol internacional.



Valencia (ESP) x Internazionale (ITA): este é um duelo que já rendeu brigas. Adriano se desentendeu com um jogador do Valencia na 2004/2005 e acabou expulso de campo, com uma suspensão pesada. A Inter é favorita pelo elenco que tem e pela boa campanha no nacional (é lider da competição). Mas o Valencia é uma das melhores equipes da primeira fase e deve engrossar o molho da macarronada.



Manchester United (ING) x Lille (FRA): um dos confrontos mais fáceis. A equipe inglesa teve sorte no sorteio ao cair com a das pior equipe entre os classificados. O Manchester deve passar à próxima fase.



Arsenal (ING) x PSV Endhoven (HOL): a equipe holandesa tem feito boas campanhas nos últimos anos e, no ano passado, só foi eliminada pelo Milan pelo gol fora de casa. O time dos brasileiros Gomes e Alex é muito forte jogando dentro de casa. Já o inglês Arsenal vem de um vice-campeonato europeu no ano passado, quando perdeu a decisão para o Barcelona. A equipe é basicamente a mesma, o que cria uma expectativa grande em relação ao seu desempenho. Confronto sem favorito.



Milan (ITA) x Celtic (ESC): a sorte do time italiano não se restringiu à primeira fase. Depois de cair no grupo mais fácil da fase de classificação, o Milan também teve sorte no seu adversário nas oitavas-de-final. O Celtic é uma das principais equipe escocesas - o que não significa muito. Os escoceses, aliás, jamais venceram um jogo sequer fora de casa na Liga. Mesmo estando em má fase, o Milan tem tudo para passar às quartas.







powered by performancing firefox

É hoje que eu vou saber se o ano de estudos foi ou não suficiente. Se ainda há esperança ou se mais um ano será necessário. Se o sonho está mais perto ou mais longe.

Mas isso tudo só às 13 horas.

tic-tac, tic-tac, tic-tac, tic-tac, tic-tac, tic-tac, tic-tac, tic-tac.

Nível de concentração no trabalho: baixo.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

Vestibular II, a missão

PUC 2007



Exceção feita à Matemática e Física, tudo correu muito bem na prova da PUC ontem. Aliás, segunda prova, dissertativa - a primeira foi na semana passada, dia 3.



A prova da PUC é um primor em beleza e elaboração textual. Uma pena ser tão cara, pois eu gostaria muito de estudar lá novamente.





powered by performancing firefox

terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Não é brinquedo não!

As discussões (e especulações) sobre os videogames da nova geração causam alvoroço na Internet. As três maiores fabricantes de hoje, Microsoft, Nintendo e Sony, lançaram recentemente o XBOX 360, o Wii e o Playstation 3, respectivamente. Enquanto o XBOX 360 saiu à frente dos demais no lançamento - com um hardware poderoso e jogos bastante interessantes -, o Wii aposta tudo na interface inovadora do seu controle. Já o Playstation 3 herda uma grande responsabilidade: o de ser a principal máquina do meio nos últimos 11 anos.



O Xbox 360 foi o primeiro a ser lançado no mercado. A Microsoft se preparou muito para entrar no mundo dos consoles, e o fez triunfalmente com o Xbox. Agora, a nova versão do console aposta nos jogos online e em uma capacidade gráfica espantosa. Os jogos são bastante interessantes, os recursos online parecem agradar os jogadores e ter a Microsoft - uma empresa que não entra pra perder em lugar nenhum - sempre ajuda.



A Nintendo vêm de uma experiência muito ruim. Foi a única a lançar um console de 64 bits, o Nintendo 64. Embora não tenha sido um fracasso, não conseguiu destronar a Sony do posto de líder, ainda que o Playstation II tenha chegado bastante tempo depois. Um dos maiores problemas do Nintendo 64 fori a ausência de jogos realmente bons. Os jogos com estilo mais infantil e "familiar" da Nintendo conquistam um certo público, mas não os grandes consumidores do segmento. É um dos problemas que a empresa japonesa terá que resolver para não enfrentar novamente no Wii.



A inovação - uma marca da Nintendo - marca o novo capítulo em busca da recuperação de empresa número 1 em games. O novo console, além de mais potente - como se espera de qualquer máquina da nova geração -, traz a maior novidade em termos de interface dos últimos anos - talvez das última décadas. Um controle totalmente diferente, que capta os movimentos e os utiliza para os jogos. O sistema é altamente arriscado: pode ser a maior invenção deste início de século XXI, com a resolução de um dos maiores problemas dos computadores e videogames: a interface. Ao mesmo tempo, pode ser um grande desastre se não for fácil de usar.



O Playstation III traz em seu nome uma grande responsabilidade. Lançado em 1995, o Playstation foi o pontapé inicial da Sony no mundo dos games. O sucesso foi estrondoso. Alcançou a liderança com jogos de alta complexidade e explorando ao máximo os gráficos. O Playstation II continuou com o reinado da Sony, que só não aumentou pela entrada da Microsoft no meio. O PLaystation III é o hardware mais poderoso e traz a maior expectativa entre os três. Talvez por isso tenha sido a maior decepção até agora. Mas a disputa não terminou. É esperar pra ver.



Outer Space - Games, PC, Xbox 360, Playstation 3, PSP, Nintendo DS, Wii - http://www.osgn.com.br





powered by performancing firefox

commenting and trackback have been added to this blog.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2006